9 vezes em que a publicidade falhou em entender as mulheres em pleno século 21

Anúncio sexista em 861929

DOI: Such conception is at odds with the collective commitment to structural changes that characterized the notion of empowerment developed by second wave feminists. We illustrate these arguments with the analysis of an advertising campaign developed by the brand Always. Here we show how the political dimension in theories of second wave feminists such as Carol Gilligan and Iris M. Young can be appropriated in a way that make their ideas compatible with a neoliberal ethos and their specific forms of subjectivation. De uma perspectiva do mercado, contudo, o femvertising tem se mostrado estratégia eficiente.

Nome, Getty Images. Mesmo assim, a publicidade às vezes falha miseravelmente na tarefa de entender as aspirações e desejos das mulheres. A BBC reuniu alguns casos recentes em que a publicidade entendeu tudo errado sobre as mulheres. A Diageo é a maior produtora mundial de bebidas destiladas, e esposa de algumas das principais marcas desse tipo de produto. Mas o que a companhia conseguiu foi uma saraivada de críticas, acentuadas depois que a vice-presidente da empresa nos EUA, Stephanie Jacoby, disse que a nova personalidade era uma oportunidade de atrair as mulheres para o consumo de uísque. Segundo o site especializado scotchwhisky. Nós lançamos a campanha sabendo que haveria debate.

Leave a Reply

Your email address will not be published.